Na noite da última quarta (15), Nicki Minaj deu uma entrevista especial para o site Genius em Nova York, a conversa com o jornalista Rob Markman foi intitulada como ‘Nicki Minaj: a rainha das letras’, a mesma foi transmitida no canal do site no Youtube, teve cerca de uma hora e meia de duração e você pode assistir abaixo:

Como meu Inglês não é dos melhores, vou fazer como sempre faço aqui no site: separar para vocês os principais tópicos da entrevista e as respostas de Nicki sobre os respectivos assuntos! Vamos começar: Nicki chegou atrasada para a entrevista pois estava na gravação de um novo videoclipe, ao chegar no local com pouco mais de uma hora de atraso a rapper se desculpou com os fãs que estavam esperando e com a produção do evento, questionou se estavam todos alimentados e ao ouvir dos fãs que ninguém tinha saído para comer pois estavam esperando ela, Minaj chamou seu agente e pediu para ele comprar dezenas de pizzas para os fãs e produção que estavam a esperando por tanto tempo.

Pergunta: Por que compor é algo tão importante para você?

“Eu acho que isso começou antes mesmo de eu ser contratada (pela Young Money), desde quando eu decidi entrar nesse jogo eu coloquei na minha cabeça que ninguém nenhum dia poderia falar que algum homem escreveu minhas músicas. Isso acontece desde os tempos das minhas mixtapes, você pode perguntar pra qualquer ser humano que me conhecia naquela época sobre isso e eles vão te dizer o mesmo.”

Pergunta: Tem artistas que escrevem em estúdio, você fala muito em escrever na sua cama, até no celular, mas qual é o processo de composição de Nicki Minaj?

“Muda muito, ás vezes eu estou no banho e surgem letras na minha cabeça, mas a maioria das coisas que eu canto eu não escrevo, faço freestyle…Eu não gosto muito de escrever em estúdio pois acho muito escuro, mas se eu vou para meu balcão ou cama, é muito mais fácil. Agora tenho um estúdio na minha casa então é muito mais legal, mas as vezes eu estou no estúdio, coloco um caderno e uma caneta na minha frente e não dá certo pois eu sinto como se estivesse trabalhando, e daí não consigo. Mas se eu não pensar nisso a música surge muito mais fácil, pois quando você não pensa nisso a arte realmente aparece. A essência do Rap é se divertir!”

Pergunta: Eu sou muito fã de Jay-Z, toda parceria que ele faz eu só consigo gostar do verso dele, mas teve uma parceria que mudou minha opinião e foi ‘Monster’, naquela época eu disse para você que você não era a rainha, mas sim o rei, então eu quero que você fale um pouco sobre o verso ‘Você pode ser o Rei mas veja a Rainha conquistas’.

“Naquela época eu sabia que a música estaria no álbum do Kayne, então eu sabia que seria algo grandioso por estar com alguém tão influente. Eu queria impressionar ele e então usei a frase. Eu lembro do dia que o Kanye me ligou dizendo que sabia que todos iam dizer que meu verso seria o melhor verso do álbum dele e que ele ia tirar o verso! Ele é muito dramático, mas eu estava morrendo por dentro e rezando para que ele realmente esquecesse essa ideia e lançasse a música. Para vocês terem ideia, eu não tinha ouvido o verso do Jay-Z até o dia que ela foi lançada, o Kayne tinha me avisado que colocou ele na música mas eu fiquei meio assim de chamar ele e pedir para ouvir o verso né (risadas). Naquela época as coisas eram muito diferentes para mim, eu lembro de estar no estúdio com o Kanye e ele editou o meu mix da música, colocou em quase todo meu verso aquela voz de mostro e eu lembro de estar muito brava com ele porém não podia reclamar muito!”

Em trecho da entrevista o repórter fez uma brincadeira, foi transmitido em um telão vários versos onde Nicki cita o famoso bordão “all these bitches is my sons”, após mostrar ele perguntou para as pessoas na platéia: “Se Nicki tivesse uma filha a cada vez que ela falasse ‘as vadias são minhas filhas’, quantas filhas Nicki teria?”, Nicki e a plateia deram muito risada e juntos descobriram a resposta final que foi 51.

O repórter comentou que a frase ‘this bitches is my sons’ é alvo de muitos comentários de haters, e questionou Nicki onde que esse bordão surgiu! A rapper revelou que a frase surgiu anos atrás no início da sua carreira quando ela estava procurando agentes para trabalharem com ela e que ao conhecer um deles, o mesmo tentou se aparecer muito para Nicki tentando mostrar que era ‘o agente’ perfeito e durante uma ligação ele disse para ela ‘todos os caras são meus filhos’, a rapper disse que em seguida teve que deixar o celular no mudo de tanta risada que deu!

“Tudo que o Wayne faz eu também quero fazer, ele tinha a marca dele do F e então eu também queria uma. Então por causa dele, e eu achar que era a versão feminina dele, eu disse para mim mesma ‘eu preciso que isso seja minha marca’, pois era algo muito engraçado para uma mulher dizer que ‘todas as vadias são minhas filhas’ pois eu estou falando de vadias e chamando elas de minhas filhas. Isso tudo começou de uma brincadeira e eu tive que manter isso no meu repertório!”

Quando questionada sobre como ela cria metáforas relacionadas a basquete e outros esportes em suas músicas, Nicki declarou ‘o google é meu melhor amigo’, a rapper disse que sempre procura informações sobre times, jogadores e coisas do tipo para poder usar como metáforas em suas músicas.

Pergunta: Em Changed It você usa uma técnica diferente de repetir as mesmas palavras, fale um pouco sobre isso.

“Espera aí, eu vejo as pessoas reclamando disso o tempo todo, mas essas pessoas são tão burras, quando elas me ouvem dizendo palavras iguais/parecidas elas não percebem que eu estou usando a mesma palavra em sentidos diferentes pois são burras pra caramba. Pois hoje em dia as pessoas simplificam tanto suas letras que ao ouvir algo que não seja um ABCD eles já acham estranho!”

Em certo momento o responsável pela entrevista comentou que teve uma relação de amor e ódio com a recente entrevista que Nicki deu para a rádio HOT 97, a relação de amor foi por ver a Nicki tão bem posicionada ao falar do seu Rap e a relação de ódio foi ver que ela tendo que defender os créditos de compositora pois o apresentador aparentemente acreditava que o ex de Nicki, Safaree, escrevia as músicas da rapper (você pode ler a matéria aqui). Ele comentou sobre verso de Ganja Burn onde a rapper fala ‘ao menos posso dizer que escrevo cada verso que rimo’, a rapper respondeu: 

“Desde que eu falo essas coisas é como se eu nunca tivesse falado disso, mas eu sempre falei essas coisas, mas agora como eu sou o ‘cara mal’ as coisas são diferentes, é engraçado pras pessoas irem lá e reclamar ‘ela está lá postando mais uma vez sobre os status dela’, cara, eu sou a pessoa que posta meus status nos últimos 10 anos. Mas tudo que eu faço agora é como se fosse pela primeira vez, cara, chupe meu pau pela primeira vez, vamos começar daí. Essa é a verdade, todos sabem que eu digo isso desde os tempos de mixtape e depois do Queen eu não vou mais explicar sobre isso pras pessoas, quando você tem pessoas por aí mentindo sobre você e sobre a única coisa que te importa que é o seu legado e sua integridade. Você imagina algo que você ama fazer e então alguém chega, tenta tirar tudo de você e dizer que você não fez aquilo?”

Pergunta: O que você acha sobre rappers que não escrevem suas próprias rimas?

“Você não pode ficar bravo quando as pessoas apontarem o dedo para você, foi você que veio pra a porra do nosso mundo. Se você for a faculdade de medicina, ir a um hospital mas nunca parou para ler os livros de medicina e passar nos testes, os médicos de verdade vão ficar tipo ‘ei cara, o que a gente tá fazendo aqui é cirurgia, cai fora, é melhor você não ficar aqui com toda essa atitude. Fique feliz por estar aqui, fique feliz que nós deixamos você usar a porra do jaleco branco’. E eu estou dizendo isso para TODOS, isso não é sobre mulheres, existem muitas pessoas nesse jogo que fazem isso!”

A rapper em seguida foi questionada sobre o que realmente queria dizer em trecho de ‘LLC’ onde ela fala sobre estarem sempre tentando fazer uma ‘máquina de Nicki Minajs’:

“Não é nenhum segredo que se exista um homem, mulher ou um alienígena que está fazendo algo correto as pessoas vão querer replicar, re-criar, copiar. Isso não é uma indireta, isso é um fato. As pessoas tem me visto ter sucesso na indústria por muito tempo e eles querem ter suas próprias Nicki’s, então eu estou dizendo isso pois dois, quatro, seis anos atrás já tinham tentativas de fazer máquina de novas Nicki’s. Vocês acham que não tentaram criar um novo Wayne? Um novo Eminem? Entendem, né? Por anos e anos, todas as gravadoras estão tentando criar novas Nicki’s, isso é um fato, é errado eu falar isso?”

No momento seguinte um trecho de música do Pink Friday foi mostrado onde Minaj fala sobre abrir portas no mercado do Rap para outras mulheres, e então o apresentador falou sobre como as pessoas julgam o fato de Nicki defender o seu nome e sua influência no Rap:

“O que? Quando o Floyd entra no ringue ele tenta te dar uns beijos ou colocar sua cara no chão? Tipo, vocês não querem mais que rappers façam Rap, vocês não querem mais que rappers sejam agressivos, isso é chato. As pessoas tem sido tão ingratas, é repugnante, até hoje eu trato Foxy como se ela fosse a rainha do Egito, meu ponto é esse, quando você abre as portas pra alguém e essa pessoa fica te tratando como se fosse melhor, eu fico tipo ‘espera aí, você não precisa ser assim, você pode assumir que se inspira, a gente sabe’. De nenhuma maneira eu acho algo ruim esse lance de abrir portas, pois portas foram abertas para mim também, e quando eu estava no começo, eu não citei apenas a Foxy, eu citei várias mulheres dezenas de vezes, mas ninguém te diz essa história sobre mim, eles tem apenas uma narrativa! Será que tenho que mostrar todas as entrevistas quando perguntavam meu Top 5 de rappers? Que tinha 4 mulheres, que citei Lauryn, Kim, Foxy e Remy. Ninguém lembra dessa porra. Mas todos ficam de boa com novas vadias chegando e me desrespeitando, eu não tinha ajuda de ninguém, todos estavam na volta do Wayne, enquanto eu estava tentando criar fãs no Twitter, marcando shows sozinhas, eu não tinha dinheiro pra pagar as pessoas pra falarem que gostavam de mim. Todos amam me fazer o cara mal da história agora, eu entendo, minha própria cultura está deixando que as pessoas cheguem e não me mostrem respeito! Você consegue imaginar alguém chegando e fazendo o mesmo com o Jay? Pois é, ninguém faria, mas todos acham que fazer isso atrás das cameras e vão me derrubar, mas isso é uma grande mentira, mas já tentaram mandar alguém antes e todas vezes que tentam eu tenho que ensinar da maneira difícil. Eu escolho, não vou para lugar nenhum, eu só vou a algum lugar no dia que eu escolher isso, então rezem para que um cara coloque um bebê na minha vagina pois até lá eu vou estar aqui vencendo!”

Sobre a criação de Barbie Dreams, Nicki revelou que a ideia da música surgiu faz um bom tempo e com o passar do tempo ideias para a música foram aparecendo, por mais que no dia que ela gravou boa parte foi feita em freestyle. A rapper revelou que quando finalizou a música, chamou sua equipe ao estúdio e gravou a reação deles ao ouvir a música pela primeira vez, segundo ela, o vídeo poderá ser visto no documentário dela para a Apple Music que deve ser lançado nas próximas semanas!

Para finalizar, o apresentador disse que Nicki merecia uma entrevista como essa para falar sobre o seu talento que é fazer Rap, que ele sempre foi e sempre será um fã dela.

“Eu gostaria de agradecer você e pessoas como você, na era do ódio é bom saber que existem pessoas como você que ainda sabem entender como eu estou agindo. Eu aprecio muito isso, a autenticidade a nossa cultura, precisamos de mais pessoas assim! Eu posso falar com alguém como você por horas pois não é sobre mandar indiretas para outras pessoas, mas sim falar da verdade, falar de fatos e não ficar supondo coisas. Eu acho que todo artista na indústria deve celebrar por estar onde estão, temos nossas dificuldades, mas nós fazemos a diferença! Não precisamos comparar pessoas, todos podemos ter nosso momento, fazer nosso trabalho, ter fãs, ganhar nosso próprio dinheiro e pegar a estrada, temos que fazer o que amamos. Não precisamos jogar um contra os outros, apenas deixem todos viverem, mas você também não podem ficar bravos com artistas por serem super protetores de seus legados, eu tenho prazer de fazer o que faço. No começo as pessoas não queriam que eu brilhasse, não entendiam minhas roupas, cabelos, o que eu fazia, isso é fazer sua marca, nem todas as pessoas vão gostar de você e precisamos aprender lidar com isso! Agradeço todos meus fãs, aqui são poucos mas vocês representam milhões de fãs tão perfeitos quanto vocês, então muito obrigado. Eu amo todos vocês.

E aí, gostou de nossa tradução? Então compartilha com os amigos e vamos deixar todos bem informados sobre essa entrevista super importante onde Nicki fala sobre o seu trabalho! Além disso, ouçam o Queen: